Tag Archive for: redes sociais

Infográfico – Redes Sociais – Estatísticas em 2014

19 Mar
19/03/2014

 

Infográfico - Redes Sociais Vistas á Lupa em 2014!

This Infographic is hosted by Digital Discovery
.

O que são Redes Sociais?

12 Dez
12/12/2013

Tudo o que é social envolve pessoas, por isso, é válido dizer que redes sociais são redes de pessoas. Redes de pessoas que se relacionam na internet. As redes sociais são sites que permitem a interligação de pessoas que se conhecem (ou não) e partilham pontos em comum:

  • Trabalham ou já trabalharam juntas
  • Andam ou já andaram na mesma escola
  • Praticam o mesmo desporto / Andam no mesmo ginásio
  • Partilham de objetivos comuns, como por exemplo, a defesa dos animais
  • Partilham dos mesmos interesses/ hobbies, como a fotografia

As redes sociais permitem-nos estar presentes de forma virtual, no fundo, é a nossa representação online. Aqui as possibilidades são imensas: podemos partilhar o que sentimos/vimos/ouvimos por palavras, imagens, vídeos, fotografias. Podemos jogar jogos, criar eventos, criar uma comunidade para a discussão de temas específicos através da criação de grupos, podemos criar páginas para envolver de forma mais séria pessoas num novo projeto. Ficamos a saber noticias, partilhamos experiências, conhecimentos, podemos encontrar pessoas que já perdemos o contacto, encontramos emprego, etc.

Nunca a frase “conhecimento é poder” teve tanto significado como agora. Quanto mais pessoas conhecemos, melhor. A rapidez, a acessibilidade com que tudo acontece oferece imensas oportunidades, inclusive de emprego.

Sinal da força das redes sociais é que 35,5% das empresas com 10 e mais funcionários utiliza as redes sociais para estar ligado a clientes, fornecedores e parceiros de negócio, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), relativos ao inquérito à utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação realizado em 2013 junto das empresas.

As redes sociais são amplamente usadas por imensas empresas como ferramenta de negócio e um exemplo disso foram as últimas autárquicas em que a maioria dos partidos e movimentos socorreu-se do Facebook para fazer campanha eleitoral. Motivos financeiros foram os alegados por alguns movimentos para aderirem às redes sociais; mas também o facto de os eleitores estarem mais abertos a discutir politica nestes suportes, onde há mais interatividade e informalidade, revolucionando assim a forma de fazer política. Estes motivos aliados ao facto de as televisões não fazerem a cobertura da campanha ajudou a que a campanha virtual ganhasse peso.

Não há dúvida que as redes sociais vieram mudar completamente a forma de comunicação entre as pessoas, assim como vieram proporcionar a possibilidade de mover massas e influenciar opiniões.

Que Tipos de Redes Sociais Existem Actualmente?

11 Dez
11/12/2013

Sabe qual foi a primeira rede social do mundo? Chamava-se Classmates e foi criada em 1995 nos EUA para ligar colegas de escola. Na altura era paga, o que para nós hoje isso é impensável. Apesar de não ser gratuito teve imenso sucesso e ainda hoje existe.

As redes sociais permitem-nos estar ligados a pessoas com os mesmos interesses e pontos em comum. Encontramos redes sociais em que essa ligação vai do mais geral até algo mais específico.

Sem dúvida que a mais generalista e famosa social network, a nível mundial, é o Facebook, onde pode partilhar o seu estado, vídeos, fotografias, criar grupos, páginas, eventos. Apesar de ser um tipo de rede social mais voltada para o lazer é cada vez mais utilizada a nível profissional, já que muitas empresas recorrem a esta rede social para divulgarem o seu negócio.

Logo a seguir temos o Youtube que se trata de uma ferramenta de media sharing, um tipo de rede social que permite a partilha de vídeos. Aqui também pode criar um perfil e fazer comentários.

O tão famoso Twitter, um serviço de microblogging é um tipo de rede social que consiste em atualizações de estado pessoais, permitindo um constante contacto em tempo real, assim como estar sempre atualizado quanto a noticias e novidades. Várias empresas utilizam o Twitter fazendo atualizações com links que encaminham o consumidor para outra página onde são divulgados novos produtos/serviços, ou apenas para cultivar a relação entre o consumidor e a marca.

Do mais geral vamos para o mais específico e entretanto foram aparecendo várias redes sociais especializadas num determinado tema, de forma a segmentar os interesses. O MySpace, por exemplo, tem como principal foco o tema musical, pelo que os principais utilizadores desta rede social são cantores, bandas e pessoas interessadas nesta temática.

O LinkedIn mais focado no tema profissional, permite a criação do CV online, partilha de experiências profissionais, procura de emprego, ajuda a encontrar pessoas e oportunidades.

Em franco crescimento temos o Instagram, já que de acordo com o estudo “Os Portugueses e as Redes Sociais” da Marktest, esta é a rede social Revelação 2013, sendo a sexta rede social mais referida por utilizadores em Portugal, estando dedicada à partilha de fotografias, sendo possível partilhar fotos com vários efeitos.

Outra rede social que está a crescer é o Pinterest, que se encontra em 9º lugar, sendo a que registou um maior aumento face a 2012, ainda de acordo com o mesmo estudo, que pode até ser de bastante interesse para muitas empresas. Esta rede social é no fundo um quadro de fotografias/imagens e vídeos com os seus interesses. Depois de aderir a esta rede social verá que pode criar quadros para cada categoria do seu interesse e dessa forma, as imagens e vídeos organizam-se no seu perfil. Esta rede social pode ser bem interessante para empresas que a podem utilizar como montra virtual para os seus produtos, sendo esta rede social uma excelente ferramenta para o comércio eletrónico. Pode também ser aproveitado para divulgar novidades e até para exibir portfólio e permite a criação de uma página empresarial, em vez de um perfil pessoal.

Uma novidade é a primeira rede social B2B portuguesa direcionada para negócios, a Hook Biz. Funciona de forma semelhante ao LinkedIn e promete ser uma rede social “simples e intuitiva e funcionar como um facilitador de negócios para empresas”.

Outra novidade é a primeira rede social dedicada aos animais de estimação, criada pelo designer e programador português Afonso Barbosa, a PET2MATE, sendo a primeira comunidade mundial que liga animais de estimação, donos, veterinários, lojas, e amantes de animais.

Depois de conhecer um pouco os vários tipos de redes sociais, chega a altura de se perguntar qual servirá melhor os interesses da empresa? Em qual delas estará o meu público-alvo?


As Redes Sociais Mais Usadas Para Empresas em 2013/2014

02 Dez
02/12/2013

Mas afinal quais são as redes sociais que têm um melhor desempenho nas empresas?

Estas são as escolhas da Digital Discovery, das melhores redes sociais para empresas em 2013-14:

Com 900 mil milhões de membros (a partir de Janeiro de 2013) O Facebook é um site de rede social extremamente popular. O seu potencial  para manter contato com clientes, atuais e futuros, através de páginas de fãs, feeds de notícias, grupos e todo o site é ilimitada! Uma ferramenta obrigatória nos dias de hoje.

O Twitter tornou-se rapidamente numa plataforma popular para consumidores e anunciantes. Para as marcas que procuram comunicar com clientes em tempo real, o serviço de micro-blogging é uma ótima maneira de manter conversações em 140 caracteres ou menos. É extremamente popular nos EUA.

O LinkedIn é um recurso muito eficiente para arranjar emprego e abriu recentemente uma espaço para empresas.
Além de configurar um perfil básico, você pode também utilizar grupos, eventos e respostas para manter contato com uma grande rede on-line para procurar empregos e eventualmente fazer negócios.

Pinterest é uma rede social de partilha de fotos. Existem vários temas que pode seguir, partilhar e guardar. Tem atualmente ligação com o Facebook e Twitter e pode ser uma ferramenta social muito útil na difusão de fotografias de produtos da sua empresa. Foi eleito um dos melhores websites de 2011 pela revista Time.

Apesar de ter já perdido uma fatia de mercado considerável para o Facebook, o MySpace continua a ter um tráfego considerável. Como um site de mídia social, pode ser eficaz para o marketing digital, principalmente no segmento de música.

Além de criar perfis e conexões de amigos, conectar-se com grupos interessados em temas relevantes e boletins, pode ser uma forma de contato com os clientes ou potenciais clientes.

O Digg pode ser eficaz para a comunidade dos bloggers. O Digg reúne links para notícias, podcasts e vídeos enviados pelos próprios usuários e difunde estes links por todo o mundo digital.

Se o seu post ou notícia aparecer na página inicial do Digg, poderá haver um aumento massivo de tráfego para o seu website ou blog.

O Google+ é uma rede social mantida pelo Google Inc.. O serviço foi lançado em 28 de junho de 2011.

Construída para agregar serviços sociais do Google, como Google Contas, Google Buzz e Picasa Web, também introduz muitas características novas, incluindo Círculos (grupos de amigos), Sparks (sugestões de conteúdo), Hangouts (chat por vídeo) e Huddles (chat em grupo). É dita como a maior tentativa da Google de abater a rede social Facebook2 , que tem no momento, mais de 1 bilhão de usuário . Ainda em período de testes fechados, alcançou 10 milhões de usuários. Atualmente o Google+ tem mais de 250 milhões de usuários e teve seu visual totalmente reformulado.

Um vídeo bem executado, com o título certo e conteúdo relevante, pode ter um enorme impacto viral na sua marca, especialmente se o mesmo atingir as páginas mais vistas deste canal (home).

Existem já inúmeras outras formas de otimizar vídeos para o YouTube. Leia-as atentamente para divulgar os seus vídeos no Youtube.

A sua empresa usa algumas destas redes sociais? Quais?
Deixe a sua opinião!

Pinterest – Nova Rede Social

09 Mar
09/03/2012

Com certeza que já ouviram falar da nova rede social Pinterest. O Pinterest é a mais recente coqueluche das redes sociais. Em poucos meses atingiu um crescimento só comparado com o Facebook. Para entendermos este fenómeno da Internet vamos aos números…

Read more →

62% dos Possuidores de Perfil nas Redes Sociais Seguem Marcas

24 Nov
24/11/2011

Foi realizado um estudo pela Marktest Consulting sobre as marcas e os Portuguesas nas redes sociais e a interacção entre as duas referidas variáveis. As conclusões deste estudo são interessantes. Cerca de 61,5% dos utilizadores das redes sociais “seguem” uma marca.

redes sociais e as marcas

As mulheres referem-no mais do que os homens (63.7% e 59.6%, respectivamente), assim como os residentes no Litoral Norte (68.9%), mas é entre as idades que mais diferenças se encontram, com os valores a baixar gradualmente de 74.3% encontrado entre os jovens dos 15 aos 24 anos para os 35.6% entre os indivíduos com mais de 44 anos.

Em termos médios, estes indivíduos referem seguir 15 empresas, 15 marcas, 8 figuras públicas e 13 grupos de interesse.

Poderá encontrar mais elementos deste estudo no Grupo Marktest

Fonte: Grupo Marktest

Redes Sociais – Video Viral

16 Nov
16/11/2011

Recentemente foi lançado este vídeo sobre as redes sociais que vale a pena ver! Este video relaciona-se ainda com uma notícia que lançamos à pouco tempo aqui no Digital Discovery sobre estatísticas das redes sociais.

Internautas “Saturados” das Redes Sociais

05 Out
05/10/2011

Segundo um estudo da Gartner, as redes sociais, tais como, o Facebook, Twitter e Google+ têm perdido utilizadores ao longo do tempo, após a fase de registo. A consultora concluiu ainda que os consumidores com um olhar mais prático sobre as redes sociais tendem a deixá-las de parte, com o passar do tempo.

À escala global 24% dos inquiridos diminuiram as visitas às redes sociais, ao passo que 37% aumentaram – entre estes, na sua maioria, jovens. 31% afirmaram que estavam a ficar aborrecidos com as redes sociais.

A Gartner afirmou ainda através do seu estudo, que as novas gerações de consumidores são irrequietas e com pouca capacidade de concentração, por isso é necessária muito criatividade de forma a causar impacto junto deste público-alvo.

Será interessante analisar para onde vamos, no que toca à inovação das próprias redes sociais, pois como em tudo, temos um processo de ciclo de vida, onde as redes sociais se encontram ainda em expansão. No entanto a fase de maturidade aproxima-se. Para onde iram todos estes “consumidores” das redes sociais?

Habituados que estamos a interagir cada vez mais pela Internet, a contactar os nossos amigos pelas redes sociais, a consultar informação no Google, o que se seguirá na Web 2.0?

E você está também “saturado” das redes sociais? Deixe a sua opinião!

Fonte: Marketeer

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Facebook

Twitter