Tag Archive for: Plano de ação para SEO

Plano de ação para SEO – Planeamento de SEO para um Site Empresarial

06 Jan
06/01/2014

Search Engine Optimization, ou SEO é na verdade umas das áreas fundamentais na gama dos serviços de marketing digital para um website empresarial.

A competição é tal que, se não utilizar os serviços de SEO será muito complicado o site da sua empresa ficar “visível” nos principais motores de busca mundiais. As empresas que queiram competir no mercado online têm definitivamente apostar nesta área do Marketing Digital.

Através de técnicas de SEO, o tráfego da web para o seu site pode ser aumentado e os motores de busca irão classificar o seu website com um bom “Page Rank”, essencial para aparecer nos lugares cimeiros, sempre que accionada uma “keyword” relacionada com o seu site.

Ao estar bem classificado nos motores de busca, mais pessoas irão visitar o seu site, logo poderá criar mais condições para ter mais conversões, ou seja, mais vendas!

Na nossa experiência, as técnicas e ferramentas a usar são inúmeras. Na Digital Discovery usamos cerca de 7 ferramentas/software para obter/monitorizar resultados. O SEO é uma área do marketing digital muito exigente. Contudo é recompensador ver os resultados provenientes de o investimento feito nesta ferramenta de marketing digital.

A Digital Discovery, seguindo todas as regras do Google Webmaster Guidelines encontra-se atualmente em 1º lugar para diversas palavras-chave relevantes na área do marketing digital. E temos orgulho no nosso trabalho!

Mas como aumentar a competitividade de um website empresarial nos motores de busca? Vamos dar um exemplo de um plano SEO para optimização de websites:

Exemplo de Plano de SEO para Websites de Empresas

Estrutura

  • Criação de um email apenas para SEO (ex: webmaster@digitaldiscovery.com.pt)

– Deverá criar um email apenas para a atividade de SEO, tanto para registo em websites, como para registo em motores de busca ou até para contactar bloggers.

  • Definição de objetivos de SEO

– É fundamental quando inicia um plano de SEO perceber quais os objetivos que o website pretende atingir. (Exemplo: atingir os primeiros lugares no google com determinadas palavras-chave, estratégia de contéudos, aumento de pagerank, etc)

  • Avaliação do domínio/website

– É necessário avaliar o domínio com que se vai trabalhar. Para isso existem algumas ferramentas que podem ser úteis, tais como, o Woorank, ou o toolbar do MOZ onde podemos avaliar o DA (domain authority), PA (page authority) e links que estão ligados ao dominio da empresa. É igualmente importante ver a idade do dominio assim como a sua data de expiração para não sermos surpreendidos. Uma excelente ferramenta é o WHOIS. Outra ferramenta gratuita para identificar erros no website é o W3C Validator. O W3C identifica erros de código que poderão posteriormente serem entregues a um programador para correcção.

  • Verificação do website da empresa no Google

– É possivél verificar rapidamente se o website da empresa está indexado no Google. Para isso basta digitar no Google, na procura, o seguinte comando – site:exemplo.com – Se não houver nenhum problema, as páginas que estão indexadas devem aparecer nos resultados de pesquisa.

  • Instalação de uma plataforma de web analytics

– Para procedermos á avaliação de como as pessoas navegam no website da sua empresa é necessário a instalação de uma plataforma de web analytics. Existem inúmeras alternativas, contudo recomendados o Google Analytics. É gratuita e de fácil instalação. É muito completa chegando a providenciar uma monitorização em tempo real.

  • Avaliação do design do website

– Para procedermos a esta avaliação é necessário perceber alguns pontos fundamentais, tais como, qual é a principal página de entrada do website da empresa, quais as keywords que estão a levar o tráfego para o website, quais as páginas do website que podem ser melhoradas, percentagem de novas visitas vs visitas que retornam ao website, quais as plataformas que os visitantes estão a usar quando entram no website (desktops, mobile, iphone, android, etc), entre outras.

  • Avaliação dos contéudos

– É importante analisar os contéudos do website. Caso o website não tenha contéudos, será necessário criar um calendário com o lançamento de contéudos relevantes para a área de negócio em questão. Podem ser diários, semanais ou mensais. Esta estratégia de contéudos é obrigatória no desenvolvimento de uma campanha de SEO. A Google sempre referiu que “Content is King”. E com a evolução do algoritimo da Google a gestão de contéudos veio para ficar nas estratégia de SEO a utilizar.

  • Criação de um mapa XML

– O website da sua empresa já tem uma Sitemap XML?

Estes são um modo de informar o Google sobre as páginas do seu site de outro modo seriam dificil de descobrir por parte dos motores de busca. Resumidamente, um Sitemap de XML é uma lista das páginas do seu site. Uma boa ferramenta para o efeito é o XML-Sitemaps. Esta ferramenta gera automaticamente um mapa do website da sua empresa.

  • Teste do Website

– Experimentar o website nos 5 browsers mais usados assim como em dispositivos móveis.

  • Teste de velocidade do website

– Utilize a ferramenta do Google Page Speed Service para efetuar testes da velocidade do website da sua empresa. Com esta ferramenta poderá identificar quais as partes de código do seu website que estão a atrasar o loading time/velocidade

  • Definição de keywords

– É necessário efetuar um estudo de quais as palavras-chave relacionadas com a área de negócio que tem mais procura no Google. Uma excelente ferramenta para podermos obter estas estimativas de procura de palavras-chave é o keyword planner tool da Google.

  • Campanha de Google Adwords

– Após encontrar as palavras-chave mais indicadas para o seu negócio é necessário realizar uma campanha no Google Adwords para testar as palavras-chaves que obtém um CTR (click trow rate) mais elevado. Assim ficamos a saber quais as palavras que tem mais exito junto do seu público-alvo.

  • Análise da concorrência

– É fundamental observar a concorrência ao nível do seu marketing digital. O website, se estão presentes nas redes sociais, se possuem um blog, se fazem publicidade online, e como estão posicionados nos SERP. Através desta análise podemos ver os concorrentes mais fortes ao nivél do digital, quais as palavras-chave que usam, que links estão apontados aos seus websites e que estratégia digital de SEO é que estão a usar podendo mesmo aproveitar algumas ideias que tenham sido postas em prática pela concorrência.

  •  Registo serviços de geolocalização

– Recomendamos o registo da empresa em alguns serviços de geolocalização, tais como, o Google Places, Yahoo Local, Bing Places, Ask, City Search, Yelp, entre outros.

  • Registo no DMOZ e Alexa

– Recomendamos ainda o registo do website em dois serviços que são considerados pela Google como duas fontes credíveis de análises de websites. O DMOZ e o Alexa. Se conseguir registrar obtém dois links de fontes externas para o seu website com um excelente pagerank a custo zero.

  • Registo nos motores de busca

– Recomendamos o registo do website nos seguintes motores de busca. O Google Webmaster, o Bing Webmaster e o Yandex Webmaster. Nestas plataformas podemos adicionar páginas nos respetivos motores de busca, podemos analisar keywords relacionadas com o website da empresa e podemos ainda enviar o mapa XML para que os motores de busca possam verificar a arquitetura e páginas do website mais rapidamente.

  • Registo nas redes sociais

– Pensamos ser fundamental o registo da empresa/website em redes sociais. Embora a estratégia das redes sociais serem outra vertente do marketing digital, o registo nas mesmas trazem um beneficio para o website em questão. Este registo pode ser efetuado em inúmeras redes sociais, algumas das quais permitem o registo do website, ganhando assim um link externo a custo zero. Existem mais de 60 redes sociais. Porém as mais conhecidas são o Facebook, Twitter, Google+, Pinterest, Instagram, Youtube e Linkdin.

  • Optimização On-page

A optimização on-page do website é outra vertente fundamental na optimização de websites. É aquela que podemos controlar e trabalhar de forma a que o website fique amigável para os motores de busca. Uma excelente ferramenta para efetuar este diagnóstico é o Screaming frog. Esta plataforma permite verificar inúmeros campos internos do website, como por exemplo, keywords nos titulos das páginas, keywords nos URL´s das páginas, o H1 da página, reedericeonamentos 301, erros 404, no folow links, links internos, e outras informações técnicas que permitem identificar erros no website da empresa. É fundamental trabalhar todos estes campos! Pode ver mais informações de optimização on-page nest link.

  • Optimização Off-page

A optimização off-page sempre foi considerada como uma das mais importantes estratégias de SEO na indústria. Esta consiste basicamente na quantidade/qualidade de links que apontam para o nosso website. Sem estes links o website da sua empresa é basicamente invísivel nos motores de busca. É necessário obter estes links.

Será então necessário criar uma estratégia de link-building. Aconselhamos a criação de links externos dofolow e nofolow para o website de domínios que estejam relacionados com o tema do website e que se localizem no País onde o website está a operar. Tem de se ter em consideração que o portfolio de links externos poderão vir de diretórios, respostas a artigos (nofolow), press releases, troca de links com bloggers da área, envio de artigos para redes sociais, social bookmarking websites, infográficos, vídeos promocionais e free links (websites com pagerank alto que permitam introduzir o URL). Importante referir que a proveniência de links externos deve ser diversificada assim como do texto âncora.

A sua empresa já iniciou o processo de SEO? Será que as gerações que aí vem vão encontrar a sua empresa quando procuram algum artigo/serviço na sua área? Quais as principais dificuldades da sua empresa nesta área?

Escreva-nos!

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Facebook

Twitter