Como Calcular o ROI (Return of Investiment) no Facebook

31 Dez
31/12/2013

Existe uma nova forma de medir o ROI no marketing digital: o Custo Por Fã.

O crescimento vertiginoso do Facebook em todo o Mundo, trouxe consigo mais uma sigla para os relatórios dos profissionais de marketing digital, chamado CPF ou Custo Por Fã.

Têm havido inúmeros debates sobre a importância na aquisição de fãs através de anúncios pagos no Facebook sendo actualmente uma das estratégias das empresas na sua presença online. A partir do momento em que este clicam no “like”, todas as mensagens são divulgadas aos fans no seu “mural”, podendo ser um veículo de comunicação poderoso!

O cálculo do CPA é feito tendo por base o número de fãs adquiridos (FA) dividido pelo valor investido na campanha (VI), sendo:

CPF = FA ÷ VI

O CPF pode se tornar em breve um concorrente para o CPA, que é o Custo Por Aquisição.

Quando se investe no CPA para aquisição de mailing de clientes, criamos uma base de e-mails que será posteriormente usada para receber visitas na página da empresa com as suas ofertas. Contudo o custo associado ao email marketing não acaba aqui. O tempo dispendido, com o design, planeamento, execução e com a mensagem fazem aumentar o custo real destas campanhas.

Por outro lado, o CPF é mais “barato”, uma vez que depois que alguém clicar em “Gosto”, não haverá mais custos para empresa, pois os posts que se realizarem não precisam de design, nem de planeamento saindo portanto mais barato para as empresas. Outra enorme vantagem do CPF é a possibilidade dos fans da nossa página partilharem a nossa informação e poder “linkar” as novidades com outros possíveis consumidores.

Aliado a isso está a vantagem da pulverização das mensagens. Ao invés de publicar todas as ofertas de uma vez num HTML de e-mail, a empresa pode publicar aos poucos na sua página de fãs. Isso faz com que a comunicação fique mais subtil e frequente.

O CPF é sem dúvida mais rentável que o CPA!

Assim investir numa boa página de fãs, com conteúdos interessantes, consoante o público-alvo a atingir, e fáceis de serem partilhados é um bom começo.

Ao comprar anúncios no Facebook, invista na aquisição de fãs e não apenas em cliques para o seu site. Contudo a situação ideal será a simbiose de ambas as páginas da empresa. No site e no Facebook.

Crie ainda formulários no Facebook, para criar a relação e interactividade que as empresas tanto desejam nas redes sociais mundiais!

Tags:
Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Facebook

Twitter