Archive for category: Google+

Redes Sociais – Video Viral

16 Nov
16/11/2011

Recentemente foi lançado este vídeo sobre as redes sociais que vale a pena ver! Este video relaciona-se ainda com uma notícia que lançamos à pouco tempo aqui no Digital Discovery sobre estatísticas das redes sociais.

Redes Sociais – O Facebook Aproxima-se da Televisão

26 Out
26/10/2011

O Digital Discovery blog tem-se preocupado em informar os seus leitores com todas as notícias do mundo digital, de forma a possibilitar a partilha de contéudos que a Web 2.0 veio de facto facilitar. Essa é a nossa missão. Desta vez trazemos um estudo sobre as redes sociais.

Assim, e com a intenção de partilhar conhecimentos lançamos o mais recente estudo efectuado pela  Frank N. Magid Associates sobre o impacto da rede social Facebook nos consumidores online.

Segundo este estudo realizado nos Estados Unidos, são feitas revelações muito interessantes na alteração de consumo da Internet e do impacto desta na televisão. O Facebook, que conta já com mais de 800 milhões de utilizadores está de facto a ganhar “mercado” aos meios de comunicação tradicionais como a televisão e a imprensa. De facto as redes sociais vieram trazer uma nova plataforma para as empresas comunicarem com o seu público-alvo.

united states internet consumers grafic

No inquérito que foi realizado a Frank N. Magid Associates concluiu que as pessoas com diferentes faixas etárias já passam mais horas no Facebook do que a ver televisão entre as 9:00 da manhã até ás 17:00 horas. Esta foi a realidade para pessoas que iam dos 16 aos 46 anos. Para as pessoas com idades que iam além dos 46 anos, apenas 16% iam ao Facebook durante este período, o que se compreende pelo facto de estas serem a geração com menos propensão para usar o computador.

Porém no horário nocturno, a televisão continua a liderar em praticamente todas as faixas etárias, e esta hora continua a ser a melhor altura para as empresas poderem passar a sua publicidade neste canal de comunicação.

Em relação ao uso da Internet no horário nocturno, verifica-se também um aumento no seu consumo que chega a atingir os 40% das pessoas inquiridas, porém o tempo médio gasto neste perírodo é muito inferior quando comparado com o período das 9:00 am ás 17:00 pm.

united states internet usage

Para os Marketeers Digitais esta informação parece-nos bastante relevante, pois permite-nos segmentar os anúncios digitais para horas dos dias em que as pessoas realmente utilizam as redes sociais.

Fonte: eMarketeer

Infográfico com Análise aos Consumidores na Internet – Nielsen

21 Out
21/10/2011

Desde que a Internet se democratizou e passou a ser uma ferramenta de todos lá de casa, que as empresas começaram a preocupar-se em perceber os hábitos destes potenciais consumidores. Foi nesse sentido que a prestigiada empresa de análise de dados, Nielsen lançou hoje um infográfico bastante interessante sobre como as pessoas usam a Internet.

Nestes infográficos encontram-se diversos comportamentos e hábitos dos consumidores na Internet, desde de onde acedem ás redes sociais, passando pelas aplicações mais usadas nos telemóveis e até como procedem nas redes sociais.

 

 

Fonte: Nielsen Wire

A rede social Google+ Está a perder fulgor

12 Out
12/10/2011

Segundo um estudo de uma empresa de análise de dados, o Google+ cresceu cerca de 1.200% na altura do seu lançamento. No entanto caiu cerca de 60%, desde então.

A empresa Chitika analisou o tráfego do Google+ desde a altura do seu lançamento. Segundo esta empresa, os dados obtidos mostram que quando o Google+ abriu ao público em geral, o número de registos disparou. Após esta fase, os números retraíram-se bastante como se pode verificar neste gráfico fornecido pela empresa.

De acordo com a ComScore, o Google+ atingiu um registo de cerca de 25 milhões de pessoas, tornando-se numa das redes sociais com o crescimento mais rápido de todos os tempos. Após este período a rede social está claramente a perder fulgor.

Este estudo da empresa Chitika, é uma apresentação dos padrões de tráfego e não o reflexo totalmente preciso.

Será que o Google+ é outro fiasco da Google nas redes sociais? Será o facebook eterno?

Fonte: iMasters

Internautas “Saturados” das Redes Sociais

05 Out
05/10/2011

Segundo um estudo da Gartner, as redes sociais, tais como, o Facebook, Twitter e Google+ têm perdido utilizadores ao longo do tempo, após a fase de registo. A consultora concluiu ainda que os consumidores com um olhar mais prático sobre as redes sociais tendem a deixá-las de parte, com o passar do tempo.

À escala global 24% dos inquiridos diminuiram as visitas às redes sociais, ao passo que 37% aumentaram – entre estes, na sua maioria, jovens. 31% afirmaram que estavam a ficar aborrecidos com as redes sociais.

A Gartner afirmou ainda através do seu estudo, que as novas gerações de consumidores são irrequietas e com pouca capacidade de concentração, por isso é necessária muito criatividade de forma a causar impacto junto deste público-alvo.

Será interessante analisar para onde vamos, no que toca à inovação das próprias redes sociais, pois como em tudo, temos um processo de ciclo de vida, onde as redes sociais se encontram ainda em expansão. No entanto a fase de maturidade aproxima-se. Para onde iram todos estes “consumidores” das redes sociais?

Habituados que estamos a interagir cada vez mais pela Internet, a contactar os nossos amigos pelas redes sociais, a consultar informação no Google, o que se seguirá na Web 2.0?

E você está também “saturado” das redes sociais? Deixe a sua opinião!

Fonte: Marketeer

Nielsen – Relatório das Redes Sociais

12 Set
12/09/2011

Segundo um estudo da Nielsen as redes sociais estão ao rubro. Os blogs, o Facebook, o Twitter e o YouTube crescem a um ritmo impressionante entre os consumidores, mantendo as empresas focalizadas neste novo meio de comunicação para ir corrigindo ou ajustando o seu posicionamento, consoante o comportamentos do seu público-alvo na Internet.

A Nielsen, que nos últimos anos têm lançado diversos estudos sobre os media tradicionais, quer-se tornar agora numa fonte “go-to” de dados ligados à Internet a esta nova era da comunicação.

Embora as conclusões do relatório lançado pela Nielsen não serem surpreendentes, é interessante ler em “State of the Media: A Social Media Report” que pode consultar aqui no Digital Discovery, a importância que as redes sociais representam hoje na vida das pessoas.

Nos Estados Unidos ,de acordo com o relatório, os utilizadores passam cerca de 22,5% do seu tempo em redes sociais online, 9,8% em jogos on-line e 7,6% a consultar o e-mail.

“As redes sociais estão a tornar-se cada vez mais comuns”, disse Radha Subramanyam, Vice-Presidente sénior de media e publicidade da Nielsen, em Nova York.

Como resultado, “há uma necessidade das empresas apostarem cada vez mais no marketing digital e nas redes sociais”, acrescentou.

A rede social onde os Americanos passam mais tempo, conclui o relatório, é no Facebook, por uma enorme margem. Em Maio, quando o relatório foi compilado, os americanos gastaram 53,5 bilhões de minutos no Facebook a partir de computadores em casa e no trabalho.

Atrás do Facebook em Maio, vêm o Blogger da Google, com 723,8 milhões de minutos; Tumblr, com 623,5 milhões de minutos; o Twitter, com 565,2 milhões de minutos e o LinkedIn com 325,7 milhões de minutos.

O Facebook têm uma taxa de penetração de cerca de 70% dos utilizadores activos da Internet nos Estados Unidos, diz o relatório, e dos visitantes do Facebook, 62 por cento eram do sexo feminino.

As mulheres assistem mais a vídeos clipes em blogs e navegam nas redes sociais, de acordo com o relatório, enquanto os homens vêem mais conteúdos com vídeos.

Google + Cresce Rapidamente

22 Jul
22/07/2011

A nova rede social Google +, depois de ter saído da versão beta, cresceu 821% desde 2 de Julho de 2011. No entanto está ainda longe de outras redes sociais como o Facebook, Linkdin ou o Twitter.

Na semana passada, o Google + estava em 42ª posição entre os sites sociais e em 638º entre todos as páginas dos EUA em termo de acessos, afirmou a Hitwise ontem (21/07). Entretanto, a nova rede social deu um grande salto desde 9 de julho, quando estava em 2.404º entre os sites do país.

O Google +, que ainda está disponível apenas por meio de convites dos actuais utilizadores, foi projectado com a intenção de que os mecanismos de privacidade e partilha de conteúdo atraiam um número substancial de pessoas que não esteja satisfeitas com as políticas de privacidade e controle do Facebook.

Ainda assim, o crescimento da rede social Facebook, com o maior número de  utilizadores no mundo continua. Recentemente o site atingiu a marca de 750 milhões membros, e o tempo médio por visita na rede está a aumentar.

As visitas ao Google+ excederam 1,8 milhões na semana passada, aumento de 283% em comparação à anterior e crescimento de 821% na semana que terminou em 2 de julho, segundo a Hitwise.

O Google+ gerou, em grande parte, comentários positivos entre os seus utilizadores e há uma grande procura por convites, sendo assim estimado que quando estiver completamente acessível a todas as pessoas, esta rede social possa dar cartas no mercado das redes sociais.

Se quiser um convite, poderá escrever-me para pedro.menezes.pereira@gmail.com a solicitá-lo!

Google Contra-Ataca com Nova Rede Social – Google+ Project

29 Jun
29/06/2011

Esta terça-feira, o Google anunciou aquele que deve ser o seu trunfo contra o Facebook e o Twitter: o The Google + Project, que se apresenta como uma rede social que vêm acrescentar algo ao mercado .

Ainda em fase de testes e disponível para pouco usuários, o Google + promete ser diferente do Facebook no que toca à privacidade. No Google +, segundo informações do The New York Times, os usuários não têm que concordar em ser amigos uns dos outros. Eles podem receber actualizações dos outros sem partilhar as suas próprias histórias. Os usuários da rede social poderão também organizar suas páginas de forma que só seus amigos vejam suas fotos do sábado a noite, por exemplo.

Essa segmentação será possível através do “Circles”, nome que já foi apontado como sendo o nome da rede social no passado e que faz referência aos círculos sociais da vida real. No site do projecto, o Google explica que com o “Circles “,”fica mais fácil colocar os seus amigos de sábado a noite num círculo, os seus pais em outros, e seu chefe em um círculo próprio – exactamente como na vida real”. No site que apresenta o projecto mais detalhadamente, o Google defende: “o problema dos serviços online actuais são que eles consideram todas as pessoas que conhecemos são nossos amigos e a forma como compartilhamos a informação com nossos contactos nem sempre pode ser a mesma.”

Já o Hangouts traz para internet o encontro não planeado que existe na vida real. O usuário recebe uma actualização de que um amigo está conversar por vídeo com outros e pode-se juntar a ele. Quem estiver a falar fica no centro, e os demais participantes aparecem em janelas menores logo abaixo. “Enquanto o teletransporte não chega, essa é a próxima melhor coisa”, brinca o Google no site do projecto Google +.

A partilha de conteúdo promete ser bastante fácil no Google +. Com o “Instant Upload”, uma foto ou um vídeo feito através de um dispositivo móvel do usuário é carregada directamente. A única coisa que o usuário tem que fazer é decidir com quem irá compartilhar a foto ou o vídeo. O smartphone é um dos focos do projecto, que conta com o já conhecido Local, serviço que permite que o usuário compartilhe sua localização. O Google + apresenta também o Huddle, por meio do qual o usuário pode falar com mais de um amigo de um círculo num chat simples em que todos aparecem na mesma página do smartphone.

Receber conteúdo e dividi-lo com quem gosta das mesmas coisas que o utilizador é outra preocupação do projecto do Google. Através do Sparks – faísca, em inglês – o usuário pode receber indicações de coisas que possam lhe interessar e encontrar pessoas sobre as quais falar. Um blog novo, um vídeo que você não viu, um texto para ler no horário livre, qualquer coisa que seja de seu interesse e que você tenha dito ao Sparks. O feed seleciona tudo que é tipo de conteúdo disponível na internet em 40 idiomas.

Fonte: O DiaOnline

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Facebook

Twitter