Archive for month: Novembro, 2011

Google Adwords – Como funciona?

30 Nov
30/11/2011

A Google Portugal preparou para esta época natalícia uma campanha muito agressiva do Google Adwords de forma a captar as pequenas e médias empresas para esta nova forma de comunicação online ainda pouco explorada pela Portugal.

Read more →

A Influência dos Blogs

25 Nov
25/11/2011

Em 2011, estima-se que existam cerca de 3 milhões de blogs na blogosfera.

Têm-se verifica um crescimento exponencial de blogs nos últimos anos, facilitado por plataformas cada vez mais acessíveis a utilizadores com pouco experiência como o Blogger da Google ou o WordPress. As pessoas querem de facto participar nesta gigantesca festa digital.

Read more →

62% dos Possuidores de Perfil nas Redes Sociais Seguem Marcas

24 Nov
24/11/2011

Foi realizado um estudo pela Marktest Consulting sobre as marcas e os Portuguesas nas redes sociais e a interacção entre as duas referidas variáveis. As conclusões deste estudo são interessantes. Cerca de 61,5% dos utilizadores das redes sociais “seguem” uma marca.

redes sociais e as marcas

As mulheres referem-no mais do que os homens (63.7% e 59.6%, respectivamente), assim como os residentes no Litoral Norte (68.9%), mas é entre as idades que mais diferenças se encontram, com os valores a baixar gradualmente de 74.3% encontrado entre os jovens dos 15 aos 24 anos para os 35.6% entre os indivíduos com mais de 44 anos.

Em termos médios, estes indivíduos referem seguir 15 empresas, 15 marcas, 8 figuras públicas e 13 grupos de interesse.

Poderá encontrar mais elementos deste estudo no Grupo Marktest

Fonte: Grupo Marktest

Como Fazer uma Newsletter

23 Nov
23/11/2011

As newsletter têm muitas semelhanças com o e-mail marketing. Estas servem para ajudar a criar e manter uma relação de durabilidade com o cliente actual ou potencial cliente. Este tipo de marketing têm a vantagem de se poder realizar regularmente a um custo muito baixo com a capacidade de o fazer a qualquer hora representando assim uma mais-valia para a empresa.

As newsletters para serem eficazes, tem de perceber o seu público, as suas expectativas e necessidades de forma a corresponder as temas ou mais valias que o seu público procura. O assunto (subject) da newsletter é um dos factores críticos para o sucesso. Assim existem algumas técnicas que poderão servir como exemplo.

Estas deverão conter as seguintes características;

  • Promessa – oferece um benefício ao cliente potencial.
  • Curiosidade – que a empresa se prontifica em satisfazer.
  • Identificação de um problema – apresentando um solução.

O texto do título deverá ser assim de fácil e rápida leitura e compreensão.

O layout deve ter uma coerência com o site para que visualmente o público-alvo identificar facilmente a proveniência da newsletter.

No entanto, á semelhança do e-mail marketing, esta forma de comunicação digital tem perdido também algum protagonismo. Com o surgimento das redes sociais, da comunicação e interacção proveniente desta nova realidade, a comunicação entre as empresas e os consumidores têm passado aos poucos para plataformas, como o Facebook, Linkdin, Twitter, marcando uma tendência para a utilização das redes sociais por parte das empresas na sua comunicação com os seus consumidores, sendo esta muito mais interactiva que as tradicionais newsletters.

Penso que será interessante observar a evolução tanto do e-mail marketing como das newsletters no marketing digital. Com a chegada das redes sociais e importância que ganharam na comunidade online, parece haver uma tendência para serem menos usadas.

Web Analytics no Webmarketing

22 Nov
22/11/2011

Com a quantidade de sites á disposição dos internautas e com a navegação sem controlo por parte dos mesmos, é necessários aos Marketeers Digitais obter dados dessas navegações para assim poderem controlarem melhores as campanhas realizadas assim como verificar o ROI (Return of Investment) da campanha realizada.

A disciplina da WebAnalytics no Webmarketing caracteriza-se na utilização de ferramentas de medição e verificação de dados de navegação e de resultados de campanhas on-line de forma a se poderem tomar decisões importantes sobre as nossas estratégias de marketing digital. Nesta área existem duas ferramentas que são consensualmente aceites e que irei utilizar, o Google Analytics e o Statcounter. Estas ferramentas permitem-nos observar alguns pontos fundamentais, tais como;

  • Visitas diárias ao site e páginas visitadas.
  • Os visitantes novos e os que regressam á nossa página.
  • Keywords usadas para chegar ao nosso site.
  • Média de visitantes.
  • Duração da visita.
  • Tempo médio de visitas.
  • De onde vêm os nossos visitantes (motores de busca, sites de referência, publicidade on-line, etc.)
  • Taxa de Conversão (vendas, registos, downloads, etc.)
  • Distribuição geográfica dos visitantes e línguas utilizadas.

Com a informação recolhida a Web Analytics permite melhorar a nossa performance tanto das campanhas publicitárias como do próprio site. O que as pessoas estão a visitar, o sucesso das nossas páginas e corrigir, optimizando e melhorar todos os conteúdos que se encontrem com baixo rendimento.

Além destas pode-se ainda mudar estratégias de acordo com os resultados que obtemos com estas ferramentas. A análise de tendências é também fundamental acompanhar visto que a Internet é um canal com variações muito grandes e nas modas que vão ocorrendo pelo que é fundamental ao Marketeer Digital acompanhá-las.

Concluo afirmando que o Web Analytics é uma ferramenta fundamental no processo estratégico no Marketing Digital.

Fonte: Carlos Pinto Ascenção (2010)

Google Analytics Analisa velocidade do site

21 Nov
21/11/2011

O Google Analytics tinha já na sua configuração, uma análise de velocidade do site chamado de Site Speed Report. Contudo este serviço apenas era activado quando fosse instalado o  “trackPageLoadTime” pelo utilizador da conta.

Porém a Google anunciou ontem que este código já não é mais necessário, e este serviço está agora automaticamente activado para todos aqueles que possuam já o Google Analytics.

O Site Speed Report, presente na “tab” dos conteúdos do Google Analytics, com o nome “Velocidade do Web Site”, mede com rigor o tempo de carregamento da sua página, permitindo ao detentor do site detectar possíveis problemas com a demora de carregamento de certas páginas do web site, permitindo depois optimizá-las, para que  possa de facto levar uma melhor experiência aos visitantes do seu site.

A Google têm ainda em andamento outro projecto ligado ao melhoramento da velocidade dos site chamado de Page Speed Online, que se encontra ainda em versão Beta. Poderá encontrar mais informação sobre este serviço aqui no Digital Discovery.

Redes Sociais – Video Viral

16 Nov
16/11/2011

Recentemente foi lançado este vídeo sobre as redes sociais que vale a pena ver! Este video relaciona-se ainda com uma notícia que lançamos à pouco tempo aqui no Digital Discovery sobre estatísticas das redes sociais.

Google X – Laboratório Secreto da Google?

15 Nov
15/11/2011

Saiu recentemente uma reportagem do The New York Times que revelou que o Google tem um laboratório desconhecido para a maioria dos seus  funcionários e onde desenvolve mais de 100 projetos secretos. O laboratório chamado “Google X” e está localizado numa área próxima de San Francisco (EUA).

Neste laboratório trabalham os engenheiros mais talentosos do Google em mais de 100 novos projectos inovadores e criativos, onde se incluem um frigorífico ligado à Internet que vai comprando comida à medida que esta vai sendo consumida, um prato ligado ás redes sociais que manda mensagens sobre o que o utilizador está a comer, um robô que vai para o escritório enquanto o funcionário fica em casa e até um elevador que leva as pessoas ao espaço!

Um engenheiro do Google revelou ao “NYT” que o laboratório é executado de forma secreta em dois edifícios diferentes – um para logística e outro para projectos ligados à robótica. Os cientistas que foram contratados vieram da Microsoft, Nokia e das universidades de Stanford, Carnegie Mellon, de Nova York e do Massachusetts Institute of Technology. Segundo o “NYT”, o cofundador do Google Sergey Brin está “profundamente envolvido” com o projeto. Ele e Larry Page, outro fundador da empresa, criaram uma lista de ideias para o laboratório.

O “NYT” diz que o “Google X” é chefiado pelo especialista em robótica e inteligência artificial Sebastian Thrun, de Stanford. Ele é mais conhecido pelo seu trabalho no primeiro carro conduzido sem motorista. Segundo a reportagem, a ideia do carro que se conduz “sozinho” vai mesmo avançar para comercialização.

E esta?

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Facebook

Twitter